Arquivo da tag: SOCIOLOGIA DA CIÊNCIA

Caminhos que conduzem o conhecimento

Por Miguel Mendes

Não há produção de conhecimento sem circulação. Circulação de ideias, de materiais, de dados, de livros, de pessoas… a lista é muito extensa para esse breve post. Em mais uma postagem no C/A sobre o trabalho da socióloga Wiebke Keim, debaterei como essa circulação se dá no âmbito das ciências sociais; como ideias circulam, sob que eixo, quem as recebe e quem as distribui.

Continuar lendo Caminhos que conduzem o conhecimento

Anúncios

Universalizando o local ou localizando o universal

Por Miguel Mendes

Quantos autores do Sul Global você leu esse ano? Quantas referências teóricas não-ocidentais você possui? Quantas teorias brasileiras você estudou recentemente? Com base no artigo “Social sciences internationally: The problem of marginalisation and its consequences for the discipline of sociology“, da socióloga alemã Wiebke Keim, tentarei explicar estas e outras questões relativas ao modo como o conhecimento sociológico circula internacionalmente.

Continuar lendo Universalizando o local ou localizando o universal

Dependência Acadêmica e Universalização do Conhecimento nas Ciências Sociais

Por: Daniel Máximo

De que maneira(s) a origem geográfica influencia as atividades acadêmicas? Que lugar ocupam as universidades e centros de pesquisa latinos no cenário acadêmico global? Quais os critérios utilizados para selecionar as referências que os estudantes de graduação em Ciências Sociais estudam? Com o intuito de explorar essas questões, abaixo estabelecerei um diálogo entre os artigos “El Karma de Vivir al Sur: Interlocuciones y Dependencia académica en las Ciencias Sociales de América Latina”, da socióloga argentina Eloísa Martín, e “Concept Misformation in Comparative Politics”, do cientista político italiano Giovanni Sartori.

Continuar lendo Dependência Acadêmica e Universalização do Conhecimento nas Ciências Sociais

Deixando a Torre de Marfim

Por Miguel Mendes

O conhecimento produzido na academia deve conversar com o resto da sociedade? Que tipo de valores são reproduzidos quando acadêmicos se relacionam com o público? Como acadêmicos operacionalizam este relacionamento?  Essas são algumas das questões que a socióloga Jana Bacevic explora em seu artigo “Beyond Third Mission: Towards an actor-based account of universities’ relationships with the society”.

Continuar lendo Deixando a Torre de Marfim

Globalização e as Ciências Sociais – Por uma Sociologia dos BRICS

Por Joanna Cassiano,

A emergência dos nossos parceiros nos BRICS – Rússia, Índia, China e África do Sul, traz à tona novos atores e novos temas de pesquisa que passam a desafiar a imaginação sociológica nacional. Segundo Tom Dwyer, professor titular de Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), os efeitos da globalização e a transformação do papel do Brasil no mundo fazem com que novos fatores externos reforcem a necessidade de uma transformação da Sociologia brasileira. Nesse panorama, surge o desafio de construção de um processo de compreensão a respeito de nossas possíveis relações com a Rússia, índia, China e África do Sul.

Continuar lendo Globalização e as Ciências Sociais – Por uma Sociologia dos BRICS