Arquivo da tag: pós-graduação

Doutores no Brasil – O Que Dizer Sobre Nossa Formação – A Crítica ao Sistema de Ensino – Parte 2

Por Leonel Salgueiro,

   A posição que um pesquisador ocupa no campo da ciência relaciona-se diretamente com o capital humano técnico e científico acumulado de que ele dispõe num determinado momento. É o que argumentam Léa Velho e Milena Yumi Ramos sobre a forma de se fazer cientistas no Brasil. Lembrando que esta é a segunda parte da resenha sobre o texto. Para melhor entende-lo, acompanhe a primeira parte clicando aqui.

Continuar lendo Doutores no Brasil – O Que Dizer Sobre Nossa Formação – A Crítica ao Sistema de Ensino – Parte 2

Doutores no Brasil – O Que Dizer Sobre Nossa Formação – A Perspectiva Histórica – Parte 1

Por Leonel Salgueiro,

A política de pós-graduação no Brasil, orientada para a carreira e para o desempenho acadêmico, como impõe o modelo de avaliação Capes, não é capaz de atender às novas competências e papéis esperados dos doutores no atual cenário de intensificação das relações e do intercâmbio científico, econômico e cultural no âmbito nacional e, especialmente, internacional. É o que argumentam Léa Velho e Milena Yumi Ramos em seu artigo – Formação de Doutores no Brasil: O esgotamento do modelo vigente frente aos desafios colocados pela emergência do sistema global de ciência.

Continuar lendo Doutores no Brasil – O Que Dizer Sobre Nossa Formação – A Perspectiva Histórica – Parte 1

A percepção de tempo entre homens e mulheres no meio acadêmico

Por Leonel Salgueiro,

          Tempo para elaborar artigos e papers, planejar aulas, corrigir provas, participar de debates, coordenar cursos, desenvolver trabalhos, cuidar dos filhos e da família. O grande tormento de acadêmicos e pesquisadores. “Você tem tempo?” É o titulo da tese defendida por Marina de Carvalho Cordeiro no PPGSA da UFRJ em Junho de 2013, sobre a qual já falamos aqui.

          Esta resenha discutirá as questões de gênero e tempo no meio acadêmico e vida familiar, tratados nos capítulos IV e V da tese, em que Marina Cordeiro desenvolve sua hipótese sobre a administração do tempo pelos profissionais, em particular das Ciências Sociais: o tempo como um recurso de valor, um capital na sociedade capitalista que é desigualmente distribuído, considerando as relações de gênero (pág. 161).

Continuar lendo A percepção de tempo entre homens e mulheres no meio acadêmico

O Sistema de Avaliação da pós-graduação Brasileira e seus impactos nos processos de trabalho dos professores-pesquisadores

Por Joanna Cassiano

Em sua tese de doutorado defendida no ano passado, Marina de Carvalho Cordeiro, doutora em Sociologia pelo PPGSA – UFRJ e atualmente pós-doutoranda na mesma instituição, discute as práticas profissionais dos cientistas sociais na sociedade contemporânea. Para isso, a autora analisa a vivência de professores-pesquisadores membros de diferentes programas de pós-graduação pelo país.

Continuar lendo O Sistema de Avaliação da pós-graduação Brasileira e seus impactos nos processos de trabalho dos professores-pesquisadores