Arquivo da tag: Pierre Bourdieu

Sociólogos Anônimos – A depressão que ninguém vê, mas todos compartilham.

Por Leonel Salgueiro,

A rotina acadêmica tem crescido como discussão sociológica atual. Também não é novidade que o padrão atual tem perturbado emocionalmente os membros de comunidades científicas diversas, como já discutimos aqui no C/A. Segundo o artigo “Saúde mental no contexto universitário dos graduandos em designer gráfico Marcelo de Costa e Yanne Barros Moreira da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, dos 2.800 estudantes que participaram da pesquisa, quase metade (47,7%) relatou ter vivido uma crise emocional recente. Porém, de que forma estamos discutindo o assunto e como acabamos despersonalizando seu impacto em nossas vidas?

Continuar lendo Sociólogos Anônimos – A depressão que ninguém vê, mas todos compartilham.

Anúncios

A entrada de Bourdieu no Brasil – algumas análises

Por Aurea Thatyanne Ferreira

Pierre Bourdieu, renomado sociólogo francês do século XX, é um autor central nas ciências sociais. Seu legado é extenso, sendo suas primeiras obras publicadas na década de 60. Entretanto, somente em meados dos anos 80 o autor ganha renome no cenário intelectual brasileiro. Em seu artigo “Nota sobre a recepção de Pierre Bourdieu no Brasil”, o professor Renato Ortiz discorre sobre esse tema.

Continuar lendo A entrada de Bourdieu no Brasil – algumas análises

Onde trabalha um sociólogo?

Por Leonel Salgueiro,

Estaria a sociologia apenas vinculada à academia? Afinal, existe “vida” além da “torre de marfim”? Em seu artigo A sociologia quando ‘sai’ da universidade: ilustrações para um debate, a socióloga Adelia Miglievich analisa a experiência de 21 sociólogos brasileiros que exercem funções não vinculadas às universidades. A autora discute a importância e os desafios que se impõe a profissão sociológica “não acadêmica” e seu papel crítico para pensarmos o desenvolvimento da sociologia na atualidade.

Continuar lendo Onde trabalha um sociólogo?

Onde se situa o tatame das ciências sociais?

Por Raphael Lebigre

Como funciona o campo das ciências sociais? O que os cientistas sociais mobilizam para disputar a hegemonia do que produzem? Até que ponto eles são autônomos diante das relações sociais em que se inserem?

No livro “Homo Academicus”, segundo Pierre Bourdieu (1984,p.106), faixa preta no combate sociológico, o campo das ciências humanas funciona pela concorrência entre os agentes do capital acadêmico (filiação institucional); e do científico, composto pelo capital do prestígio científico (pertencimento, por exemplo, ao comitê de redação de alguma revista) e pelo capital do poder político e econômico. 

Continuar lendo Onde se situa o tatame das ciências sociais?

Pierre Bourdieu e a Sociologia como um “esporte de combate”

Por Raphael Lebigre,

Pierre Bourdieu, sociólogo francês, considerado um dos maiores intelectuais contemporâneos, foi responsável não somente pela renovação profunda das ciências sociais, como também pela defesa de uma sociologia engajada na esfera pública.Isto é demonstrado, de maneira aproximada ao cotidiano do sociólogo, no documentário dirigido por Pierre Carles: “La sociologie est un sport de combat” (2002).

Continuar lendo Pierre Bourdieu e a Sociologia como um “esporte de combate”