Arquivo da tag: ED MACHADO

Challenges of social sciences in the periphery. Interview with Iranian sociologist Ladan Rahbari

By Edmar M. Braga Filho

 

One of the main topics we have discussed in Circuito Acadêmico is the question of inequality on production and circulation of knowledge. Last year, Iranian sociologist Ladan Rahbari published an article that deals with this matter, Peripheral position in social theory. Limitations of social research and dissertation writing in Iran, and was reviewed here. Rahbari gave us an interview by e-mail, clarifying some of the topics addressed in her article, including the external limitations faced by Iranian social scientists, and the articulation local/global. The Portuguese version could be found here . Enjoy the reading!
Continuar lendo Challenges of social sciences in the periphery. Interview with Iranian sociologist Ladan Rahbari

Os desafios das ciências sociais na periferia. Entrevista com Ladan Rahbari, socióloga iraniana

Tradução por Edmar M. Braga Filho

 

Um dos temas caros para o Circuito Acadêmico é a produção e circulação desiguais do conhecimento científico no mundo. No ano passado, a socióloga iraniana Ladan Rahbari publicou um artigo na revista Civitas, Peripheral position in social theory. Limitations of social research and dissertation writing in Iranresenhado pelo C/A. A autora nos concedeu uma entrevista por e-mail, esclarecendo alguns temas abordados no artigo, como as limitações externas à academia iraniana e a articulação global/local. Você pode acessar a versão original aqui. Confira abaixo e participe! Continuar lendo Os desafios das ciências sociais na periferia. Entrevista com Ladan Rahbari, socióloga iraniana

A posição do conhecimento

Por Edmar M. Braga Filho

Todo posicionamento envolve algum tipo de relacionamento. Seja para localizar-se em um debate, ou para demarcar diferenças. Para Patrick Baert, não há muito espaço para ingenuidade. Em seu artigo Positioning Theory and Intellectual Interventions, o sociólogo delineia a estrutura básica do que ele denomina teoria do posicionamento, aplicada aos estudos da sociologia dos intelectuais. Continuar lendo A posição do conhecimento

O grande ritual das ciências sociais

Por Edmar M. Braga Filho

Vivemos tempos muito preocupantes, mas também muito interessantes. Como estudantes e profissionais de ciências sociais, estamos acostumados a momentos de crise, seja no interior das disciplinas ou na relação delas com a sociedade. Com isso em mente, embora passemos por uma crise política e econômica atualmente, é importante aproveitar esse momento para refletir não apenas sobre os problemas pelos quais passa o Brasil, mas também sobre o nosso papel diante deles. Assim, nada mais representativo dessa tempestade que a realidade nos impõe do que a imagem do 39º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs), realizado em Caxambu, MG.

Cartaz_ANPOCS_2015

Continuar lendo O grande ritual das ciências sociais

A sina sociológica

Por Edmar M. Braga Filho

A sociologia é frequentemente associada a um papel de desmistificação da sociedade. É no clássico livro Perspectivas Sociológicas, de Peter Berger, que essa vocação é brilhantemente provocada no leitor. Por meio de sua leitura, somos instigados a enxergar a realidade imersa em relações sociais. Uma radicalização dessa perspectiva possibilita à própria sociologia analisar-se reflexivamente. Ciência em constante mutação, dada a especificidade de seu objeto, a sociologia encontra sempre novos desafios epistemológicos, teóricos e empíricos que a atormentam. Eis a sina sociológica. Continuar lendo A sina sociológica

Em defesa da escrita simples

Por Edmar M. Braga Filho

Escrever é uma prática essencial na carreira dos cientistas sociais. É por meio da escrita que transmitimos nossas ideias e descobertas. Desta forma, saber expressar de forma clara o que você quer dizer é central. Contudo, costumamos cometer alguns vícios de escrita, e esse é um dos temas que Howard Becker trata em seu livro Truques da Escrita, recentemente lançado no Brasil. Além disso, o sociólogo fala de muitos outros assuntos concernentes ao processo de elaboração de artigos, teses e algumas dicas sobre a composição textual, e que não me deterei aqui. Este texto enfatizará o capítulo “Persona e autoridade”. Continuar lendo Em defesa da escrita simples