Arquivo da tag: Daniel Máximo

Afinal, quantos são os Oligarcas e Plutocratas na Classe Política Brasileira?

Por Daniel Máximo

Em época de eleições, que tal refletir um pouco acerca dos impactos do poder econômico sobre o processo eleitoral? Será que há um perfil predominante de parlamentar eleito para o Congresso Nacional Brasileiro? Quais são as condições para a obtenção do sucesso eleitoral no nosso país? Continuar lendo Afinal, quantos são os Oligarcas e Plutocratas na Classe Política Brasileira?

Anúncios

Hebe Vessuri: Uma vida devotada às Ciências Sociais Latino-Americanas

Por: Daniel Máximo

Anualmente, a Society for Social Studies of Science (SSS) concede o Bernal Prize a um estudioso cujas contribuições para esse campo de estudo foram notáveis. Esta é uma premiação de grande relevância, pois muitos de seus vencedores foram pesquisadores e pesquisadoras que devotaram suas vidas e estudos ao que a agremiação compreende como “o entendimento das dimensões sociais da ciência e da tecnologia”.  Entre os vencedores mais conhecidos estão figuras de grande influência na construção dos paradigmas norteadores do conhecimento científico contemporâneo, tais como o físico americano Thomas Kuhn e os sociólogos John Law e Bruno Latour, principais formuladores da chamada teoria ator-rede.

Continuar lendo Hebe Vessuri: Uma vida devotada às Ciências Sociais Latino-Americanas

Nas Trincheiras da Dependência: A Relação “Centro-Periferia” nas Ciências Sociais Brasileiras

Por Daniel Máximo

Desde meus primeiros períodos no curso de graduação em Ciências Sociais, quando fui exposto às teorias sociológicas clássicas e contemporâneas, venho me perguntando, talvez de maneira ainda um tanto quanto inocente, por que os autores cujas produções teóricas dentro do campo da Sociologia adquirem um alcance global se encaixam quase todos em um mesmo perfil: Homem, ocidental e proveniente de universidades europeias ou estadunidenses. Continuar lendo Nas Trincheiras da Dependência: A Relação “Centro-Periferia” nas Ciências Sociais Brasileiras

Dependência Acadêmica e Universalização do Conhecimento nas Ciências Sociais

Por: Daniel Máximo

De que maneira(s) a origem geográfica influencia as atividades acadêmicas? Que lugar ocupam as universidades e centros de pesquisa latinos no cenário acadêmico global? Quais os critérios utilizados para selecionar as referências que os estudantes de graduação em Ciências Sociais estudam? Com o intuito de explorar essas questões, abaixo estabelecerei um diálogo entre os artigos “El Karma de Vivir al Sur: Interlocuciones y Dependencia académica en las Ciencias Sociales de América Latina”, da socióloga argentina Eloísa Martín, e “Concept Misformation in Comparative Politics”, do cientista político italiano Giovanni Sartori.

Continuar lendo Dependência Acadêmica e Universalização do Conhecimento nas Ciências Sociais