Arquivo da tag: Ciências Sociais

C/Ast #2

Por Vinícius Volcof Antunes

Nesse mês, o Circuito Acadêmico recebeu visitas, batendo um papo sobre as iniciativas estudantis na graduação em Ciências Sociais com Rodolfo Teixeira e João Caldeira, alunos do IFCS-UFRJ e membros do recém criado Núcleo Discente de Antropologia (NDA), um grupo que reúne interessados no tema para discussões e estudos, criando um espaço de colaboração mútua para o desenvolvimento da jornada intelectual de formação.

Continuar lendo C/Ast #2

Como tornar a produção científica um terreno árido

Por Edmar M. Braga Filho

Fazer ciência em determinados contextos é extremamente desafiador, sobretudo levando-se em conta as comunidades científicas imersas em impasses de ordem geopolítica. É o caso das ciências sociais empreendidas no Irã, conforme nos mostra a socióloga Ladan Rahbari, em seu artigo Peripheral position in social theory. Limitations of social research and dissertation writing in Iran. (2015) A pesquisadora elenca vários fatores que tornam a produção científica iraniana periférica. Continuar lendo Como tornar a produção científica um terreno árido

Onde se situa o tatame das ciências sociais?

Por Raphael Lebigre

Como funciona o campo das ciências sociais? O que os cientistas sociais mobilizam para disputar a hegemonia do que produzem? Até que ponto eles são autônomos diante das relações sociais em que se inserem?

No livro “Homo Academicus”, segundo Pierre Bourdieu (1984,p.106), faixa preta no combate sociológico, o campo das ciências humanas funciona pela concorrência entre os agentes do capital acadêmico (filiação institucional); e do científico, composto pelo capital do prestígio científico (pertencimento, por exemplo, ao comitê de redação de alguma revista) e pelo capital do poder político e econômico. 

Continuar lendo Onde se situa o tatame das ciências sociais?

O que temos de aprender para ensinar Ciências Sociais?

Por: Joanna Cassiano

Quais são as tensões que permeiam a formação e a prática do professor de Sociologia no nível médio? Quais são os limites e os horizontes no ensino das Ciências Sociais? Esses são alguns dos pontos abordados no artigo “O que temos de aprender para ensinar Ciências Sociais?”, de autoria de Amaury Cesar Moraes, pesquisador e professor da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP).

Continuar lendo O que temos de aprender para ensinar Ciências Sociais?

As teorias sociais do Sul Global e as clivagens pós-coloniais

No livro “Southern Theory: Social Science And The Global Dynamics Of Knowledge”(2007)Raewyn Connell atenta de maneira pertinente a urgência das ciências sociais, em escala global, serem tecidas tanto pelas experiências dos países periféricos, quanto pelas da Europa/América do Norte.

Continuar lendo As teorias sociais do Sul Global e as clivagens pós-coloniais

Ciências Sociais do século XXI: Incertezas, desafios e transformações

Por Raphael Lebigre,

Qual panorama as ciências sociais podem ter no século XXI? Immanuel Wallerstein, renomado historiador, economista e cientista social estadunidense, propõe discorrer sobre o histórico da disciplina, no seu texto: “Social Sciences in the Twenty-first Century” (2004).

Continuar lendo Ciências Sociais do século XXI: Incertezas, desafios e transformações

Desprovincializando a Sociologia: orientalismo e a contribuição pós-colonial

Por Joanna Cassiano,

Considerado o manifesto de fundação do pós-colonialismo, o livro “Orientalismo”, de Edward Said (1978), reforça um panorama que se empenhou em descrever o mundo a partir da perspectiva do colonizado. Nesse sentido, Stuart Hall busca generalizar, no livro Modernity: an introduction to modern societies, o caso do Orientalismo, mostrando que a polaridade entre o Ocidente e o resto do mundo (West/Rest) se encontra na base de constituição das ciências sociais. A contribuição da crítica pós-colonial à “desprovincialização” da Sociologia é o eixo central do artigo em questão, de autoria do pesquisador Sérgio Costa, professor titular da Universidade Livre de Berlim.

Continuar lendo Desprovincializando a Sociologia: orientalismo e a contribuição pós-colonial