Arquivo da tag: Aurea Thatyanne Ferreira

Análises do Relatório Mundial de Ciências Sociais 2016 (UNESCO)

streetartnews_icy_and_sot_nyc-5

Por Aurea Thatyanne Ferreira

No final de 2016 foi lançada a terceira edição do Relatório Mundial de Ciências Sociais, fruto da parceria entre a UNESCO, o Conselho Internacional de Ciências Sociais (ISSC) e o Instituto de Estudos de Desenvolvimento (IDS). O documento, que tem publicação trienal e originalmente em inglês, teve como enfoque nesta edição o tema das “desigualdades”. No início de março foi lançado seu resumo oficial em português.

Continuar lendo Análises do Relatório Mundial de Ciências Sociais 2016 (UNESCO)

Anúncios

Da academia ao debate público: um enfoque sociológico à questão da punição de jovens infratores

Por Aurea Thatyanne Ferreira

Em tempos de debate sobre a redução da maioridade penal, é importante questionarmos o que a análise sociológica acrescentaria à discussão. Ante o enfoque da sociologia da violência e da sociologia da punição, a socióloga Bruna Gisi Martins de Almeida escreveu o artigo “Socialização e regras de conduta para adolescentes internados”, onde tece observações sobre os impactos causados pela internação, ou encarceramento, aos jovens infratores.

Continuar lendo Da academia ao debate público: um enfoque sociológico à questão da punição de jovens infratores

Ciências sociais e as pesquisas em saúde no Brasil

Por Aurea Thatyanne Ferreira

Uma das principais características do campo das ciências sociais é a sua amplitude de temas. Sendo diversos, seus objetos de estudo podem adquirir um caráter interdisciplinar. O tema da saúde é um desses exemplos e, embora vasto e complexo, a análise das ciências sociais em saúde ainda é pouco presente no ensino institucionalizado da disciplina no Brasil. O artigo O campo temático das ciências sociais em saúde no Brasil, da professora doutora Aurea Maria Zöllner Ianni, da Faculdade de Saúde Pública da USP, aborda esse domínio específico na área, introduzindo o leitor aos seus contextos sócio-históricos, entre outros tópicos. Continuar lendo Ciências sociais e as pesquisas em saúde no Brasil

Regulação da ética em pesquisa no Brasil – especificidades das Ciências Humanas e Sociais

Por Aurea Thatyanne Ferreira,

Como são feitas as pesquisas de ciências humanas e sociais no Brasil em termos éticos? O pesquisador precisa de algum documento formal para lidar com indivíduos? Existem processos burocráticos para isso? Algumas dessas questões foram respondidas pelo professor titular do Museu Nacional/UFRJ Luiz Fernando Dias Duarte, em seu artigo “Práticas de poder, política científica e as ciências humanas e sociais: o caso da regulação da ética em pesquisa no Brasil”. O autor possui diversos artigos publicados sobre a temática e se tornou referência no assunto na área das ciências sociais. [1]

No presente artigo, Duarte inicia explicando o surgimento do sistema CEP/CONEP. O método em questão consiste em um sistema de avaliação vinculado ao Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), posto em prática a partir de uma rede de Comitês de Ética em Pesquisa (CEPs), cada qual criado em diversas instituições de ensino e pesquisa. Continuar lendo Regulação da ética em pesquisa no Brasil – especificidades das Ciências Humanas e Sociais

A entrada de Bourdieu no Brasil – algumas análises

Por Aurea Thatyanne Ferreira

Pierre Bourdieu, renomado sociólogo francês do século XX, é um autor central nas ciências sociais. Seu legado é extenso, sendo suas primeiras obras publicadas na década de 60. Entretanto, somente em meados dos anos 80 o autor ganha renome no cenário intelectual brasileiro. Em seu artigo “Nota sobre a recepção de Pierre Bourdieu no Brasil”, o professor Renato Ortiz discorre sobre esse tema.

Continuar lendo A entrada de Bourdieu no Brasil – algumas análises

Sociologia no Ensino Médio e os desafios de uma educação antirracista.

Por Aurea Thatyanne Ferreira,

Em 2016, a lei que tornou obrigatório no Brasil o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana na educação básica, conhecida como Lei 10.639/03, completa treze anos, e desde sua implementação muito já se debateu acerca dos desafios de seu cumprimento. Mas como seria essa análise a partir da perspectiva da sociologia, disciplina que, em 2008, também alterou o currículo da educação básica e passou a ser obrigatória no Ensino Médio por meio da Lei 11.684/08? Em seu artigo “Educação Antirracista: tensões e desafios para o ensino de sociologia”, o professor Luiz Fernandes de Oliveira faz esse trabalho e põe em xeque a dinâmica entre as duas leis no espaço escolar.

Continuar lendo Sociologia no Ensino Médio e os desafios de uma educação antirracista.