Arquivo da tag: Aurea Thatyanne Ferreira

Análises do Relatório Mundial de Ciências Sociais 2016 (UNESCO)

streetartnews_icy_and_sot_nyc-5

Por Aurea Thatyanne Ferreira

No final de 2016 foi lançada a terceira edição do Relatório Mundial de Ciências Sociais, fruto da parceria entre a UNESCO, o Conselho Internacional de Ciências Sociais (ISSC) e o Instituto de Estudos de Desenvolvimento (IDS). O documento, que tem publicação trienal e originalmente em inglês, teve como enfoque nesta edição o tema das “desigualdades”. No início de março foi lançado seu resumo oficial em português.

Continuar lendo Análises do Relatório Mundial de Ciências Sociais 2016 (UNESCO)

Da academia ao debate público: um enfoque sociológico à questão da punição de jovens infratores

Por Aurea Thatyanne Ferreira

Em tempos de debate sobre a redução da maioridade penal, é importante questionarmos o que a análise sociológica acrescentaria à discussão. Ante o enfoque da sociologia da violência e da sociologia da punição, a socióloga Bruna Gisi Martins de Almeida escreveu o artigo “Socialização e regras de conduta para adolescentes internados”, onde tece observações sobre os impactos causados pela internação, ou encarceramento, aos jovens infratores.

Continuar lendo Da academia ao debate público: um enfoque sociológico à questão da punição de jovens infratores

Ciências sociais e as pesquisas em saúde no Brasil

Por Aurea Thatyanne Ferreira

Uma das principais características do campo das ciências sociais é a sua amplitude de temas. Sendo diversos, seus objetos de estudo podem adquirir um caráter interdisciplinar. O tema da saúde é um desses exemplos e, embora vasto e complexo, a análise das ciências sociais em saúde ainda é pouco presente no ensino institucionalizado da disciplina no Brasil. O artigo O campo temático das ciências sociais em saúde no Brasil, da professora doutora Aurea Maria Zöllner Ianni, da Faculdade de Saúde Pública da USP, aborda esse domínio específico na área, introduzindo o leitor aos seus contextos sócio-históricos, entre outros tópicos. Continuar lendo Ciências sociais e as pesquisas em saúde no Brasil

Regulação da ética em pesquisa no Brasil – especificidades das Ciências Humanas e Sociais

Por Aurea Thatyanne Ferreira,

Como são feitas as pesquisas de ciências humanas e sociais no Brasil em termos éticos? O pesquisador precisa de algum documento formal para lidar com indivíduos? Existem processos burocráticos para isso? Algumas dessas questões foram respondidas pelo professor titular do Museu Nacional/UFRJ Luiz Fernando Dias Duarte, em seu artigo “Práticas de poder, política científica e as ciências humanas e sociais: o caso da regulação da ética em pesquisa no Brasil”. O autor possui diversos artigos publicados sobre a temática e se tornou referência no assunto na área das ciências sociais. [1]

No presente artigo, Duarte inicia explicando o surgimento do sistema CEP/CONEP. O método em questão consiste em um sistema de avaliação vinculado ao Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), posto em prática a partir de uma rede de Comitês de Ética em Pesquisa (CEPs), cada qual criado em diversas instituições de ensino e pesquisa. Continuar lendo Regulação da ética em pesquisa no Brasil – especificidades das Ciências Humanas e Sociais

A entrada de Bourdieu no Brasil – algumas análises

Por Aurea Thatyanne Ferreira

Pierre Bourdieu, renomado sociólogo francês do século XX, é um autor central nas ciências sociais. Seu legado é extenso, sendo suas primeiras obras publicadas na década de 60. Entretanto, somente em meados dos anos 80 o autor ganha renome no cenário intelectual brasileiro. Em seu artigo “Nota sobre a recepção de Pierre Bourdieu no Brasil”, o professor Renato Ortiz discorre sobre esse tema.

Continuar lendo A entrada de Bourdieu no Brasil – algumas análises

Sociologia no Ensino Médio e os desafios de uma educação antirracista.

Por Aurea Thatyanne Ferreira,

Em 2016, a lei que tornou obrigatório no Brasil o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana na educação básica, conhecida como Lei 10.639/03, completa treze anos, e desde sua implementação muito já se debateu acerca dos desafios de seu cumprimento. Mas como seria essa análise a partir da perspectiva da sociologia, disciplina que, em 2008, também alterou o currículo da educação básica e passou a ser obrigatória no Ensino Médio por meio da Lei 11.684/08? Em seu artigo “Educação Antirracista: tensões e desafios para o ensino de sociologia”, o professor Luiz Fernandes de Oliveira faz esse trabalho e põe em xeque a dinâmica entre as duas leis no espaço escolar.

Continuar lendo Sociologia no Ensino Médio e os desafios de uma educação antirracista.