Arquivo da categoria: Circuito Acadêmico

#selfiesociologica

A ideia de “eu” (self) na sociologia foi muito explorada pela tradição do interacionismo simbólico, segundo o qual a concepção que fazemos de nós mesmos é mediada socialmente, seja pela forma como os outros nos veem, ou pela maneira que achamos que somos interpretados. Dando continuidade ao exercício proposto aos participantes do Circuito,  abaixo seguem dois relatos de como foi o processo para Aza e João Paulo representarem a si mesmos, como estudantes de ciências sociais, através de uma selfie – uma selfie sociológica. Continuar lendo #selfiesociologica

Anúncios

Favelados “in Paris”: pode o acadêmico negro periférico produzir? — Entrevista com Simone Ricco

Por: Aza NoAr

O título da entrevista faz referência ao rap “Ni**as in Paris” de Jay-Z e Kanye West, onde dentre muitas coisas, revoga-se a legitimação de grupos que ocupam/invadem determinado espaço, mesmo não utilizando das mesmas formas de linguagem que os corpos até então reconhecidos como “pertencentes” a ele. Se identificou? Então cola com nós que é sucesso Continuar lendo Favelados “in Paris”: pode o acadêmico negro periférico produzir? — Entrevista com Simone Ricco

#selfiesociologica

A ideia de “eu” (self) na sociologia foi muito explorada pela tradição do interacionismo simbólico, segundo o qual a concepção que fazemos de nós mesmos é mediada socialmente, seja pela forma como os outros nos veem, ou pela maneira que achamos que somos interpretados. Dando continuidade ao exercício proposto aos participantes do Circuito,  abaixo seguem dois relatos de como foi o processo para Daniel e Helena representarem a si mesmos, como estudantes de ciências sociais, através de uma selfie – uma selfie sociológica. Continuar lendo #selfiesociologica

#selfiesociologica

A ideia de “eu” (self) na sociologia foi muito explorada pela tradição do interacionismo simbólico, segundo o qual a concepção que fazemos de nós mesmos é mediada socialmente, seja pela forma como os outros nos veem, ou pela maneira que achamos que somos interpretados. De forma a pensar o conceito, o exercício proposto aos participantes do Circuito Acadêmico foi que tirassem uma selfie, procurando retratar elementos que representassem de alguma forma o que é ou faz um cientista social.  Qual a imagem que a sociedade tem do sociólogo? O que faz um cientista social segundo os olhos daqueles que não estudam as relações sociais? Como você se representaria caso perguntassem o que você estuda? Essas são algumas das questões que nortearam a selfie sociológica. Continuar lendo #selfiesociologica

Que tipo de cientista social estamos formando?

Por Miguel Mendes

Uma questão que me aflige, e imagino que a todos os estudantes do curso, desde que escolhi cursar Ciências Sociais é: o que farei depois de me formar?  Neste breve ensaio buscarei concretizar reflexões a respeito disso, como fruto da pesquisa que desenvolvi para a 8ª Semana de Integração Acadêmica da UFRJ. Será que existe uma ampla gama de inserções profissionais possíveis aos graduados em Ciências Sociais? Elas são igualmente reconhecidas?

Continuar lendo Que tipo de cientista social estamos formando?

O grande ritual das ciências sociais

Por Edmar M. Braga Filho

Vivemos tempos muito preocupantes, mas também muito interessantes. Como estudantes e profissionais de ciências sociais, estamos acostumados a momentos de crise, seja no interior das disciplinas ou na relação delas com a sociedade. Com isso em mente, embora passemos por uma crise política e econômica atualmente, é importante aproveitar esse momento para refletir não apenas sobre os problemas pelos quais passa o Brasil, mas também sobre o nosso papel diante deles. Assim, nada mais representativo dessa tempestade que a realidade nos impõe do que a imagem do 39º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs), realizado em Caxambu, MG.

Cartaz_ANPOCS_2015

Continuar lendo O grande ritual das ciências sociais