A “Sociologização” do Vestibular.

Por Leonel Salgueiro,

De que forma podemos pensar a cobrança do conteúdo sociológico nas provas de ingresso ao ensino superior? Seria o saber sociológico uma ferramenta para os alunos que tentam o vestibular, ou a cobrança da disciplina é apenas um pano de fundo para as questões de humanas em geral? Os sociólogos Alexandre Barbosa Fraga e Thiago Oliveira Lima Matiolli discutem em seu artigo “A Sociologia no vestibular e no ENEM: o caminho da legitimidade pelo enquadramento” a importância que a disciplina passa a figurar nos vestibulares brasileiros e o acréscimo do saber sociológico para os vestibulandos.

Os autores entendem que para pensarmos a cobrança da sociologia nos vestibulares atuais devemos levar em consideração três aspectos essenciais:

  • Desde seu início, a disciplina apresenta uma diversidade metodológica – Diferente das disciplinas exatas, por exemplo, a sociologia não desenvolve verdades absolutas. A multiplicidade da análise sociológica permite a observação de um mesmo objeto por diferentes autores e perspectivas. Desenvolvendo embates teóricos e metodológicos que renovam o saber científico atribuídos pelas multifaces destas analises sociais.
  • Não há um conjunto consensual de conteúdos da sociologia na educação básica –Esta diversidade teórica e metodológica da disciplina, quando posta em sala de aula, é interpretada de duas formas: Por um lado, como uma perda de legitimidade por conta da indefinição das fronteiras dos seus conteúdos, e por outro aumentando a liberdade dos professores na escolha das perspectivas teóricas e no encaminhamento do conteúdo.
  • A sociologia não passou por longa crítica como as outras disciplinas para tornarem-se os saberes que são hoje nos processos seletivos –O ensino de sociologia na educação básica é historicamente uma constante luta pela legitimidade da disciplina. Levando em consideração, por exemplo, os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (1999) e as Orientações Curriculares para o Ensino Médio (2006) que afirmavam o caráter de disciplina da sociologia, não podemos esquecer que ela havia perdido sua obrigatoriedade na educação básica desde a instauração da Reforma Capanema em 1942, sendo somente no século XXI (2008-2010) que a sociologia passa a ser incluída no acesso a algumas universidades públicas brasileiras e no ENEM.

Com isso, os autores ressaltam as diferentes facetas da sociologia no conteúdo da prova. Segundo sua pesquisa, houve três formas de apresentação da disciplina nos vestibulares: através do domínio de conceitos e teorias;demandando conhecimento sociológico sobre determinado tema;e de maneira interdisciplinar.

A primeira delas coloca em questão conceitos e teorias próprias dos autores da área, exigindo o domínio sem precisar de uma contextualização para tal. Como por exemplo:

(UFMA 2009) Durkheim expõe três características fundamentais para distinguir o fato social. São elas: (A) coercitividade, exterioridade, generalidade.

A segunda forma diz respeito a temas gerais do âmbito social exigindo uma definição menos exata da realidade:

(Unicentro 2011/2) A respeito dos estudos sobre socialização, está correto o que se afirma em: (E) A internalização do social e a sua percepção da realidade, como a primeira socialização, ocorrem dentro do grupo familiar, sendo, assim, decorrentes da classe social familiar.

Gabarito-Sendo a interdisciplinaridade, a mais delicada e profundamente debatida nas repercussões do ENEM 2015. Segundo os autores, o caráter interdisciplinar tem sido atribuído à Sociologia levando em conta sua falta de tempo em estabelecer sua disciplinaridade na educação básica.Argumentam que, por vezes, a sociologia é utilizada como pano de fundo para perguntas de História, Geografia e Filosofia. Sendo utilizada nas questões apenas como um caráter contextual.Isso pode ser observado se considerarmos a questão:

(UEG 2012/2) A abordagem marxista explica a sociedade com base nas estruturas socioeconômicas. Considerando-se essa perspectiva, o fim da escravidão no Brasil, 1888, foi consequência da: (D) pressão comercial da Inglaterra para expandir o seu mercado consumidor.

Nota-se que respondê-la corretamente não demanda uma familiarização com os conceitos marxistas—tendo em vista que a própria questão fornece uma breve definição —mas acima de tudo, exige do candidato uma perspectiva histórica sobre o período escravocrata.

A sociologia também tem influenciado discussões a respeito das redações nos vestibulares, mais propriamente do ENEM. Segundo o argumento dos autores em artigo a Revista Sociologia, “A Sociologia na Redação do ENEM”,a disciplina contribui de diferentes formas para o desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo. Esses saberes podem ser:uma contribuição por sua interdisciplinaridade, ou seja, o acréscimo de mais um saber científico no desenvolvimento da questão; o rompimento com o senso comum, permitindo ao candidato refletir sobre o tema a partir de teorias e métodos; o desenvolvimento do pensamento crítico / argumentativo, por ser a disciplina, segundo os autores, que melhor explica o que são os direitos humanos;proximidade dos seus objetos analisados com os temas das provas, tratando de assuntos como violência, cidadania, trabalho, gênero e diversidade cultural; e ajudar os alunos a problematizarem determinado tema, contribuindo na criação de hipóteses, identificação de causas, consequências e na formação de suas soluções.

Por fim, o papel da sociologia nos vestibulares assume certa heterogeneidade, contribuindo por vezes como pano de fundo em questões de outras disciplinas e por vezes como desenvolvimento do pensamento crítico.Tais aspectos não a deslegitimam enquanto campo de estudo. Pelo contrário,mostra potencial significativo para desenvolver o pensamento crítico dos alunos e conduzi-los a refletir sobre a/sua conjuntura social.

Anúncios

O que você tem a dizer sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s